Notícias

A conselheira do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Maria Tereza Uille Gomes, ressaltou dados relevantes acerca do sistema prisional brasileiro e enfatizou a necessidade de mudanças estruturais na execução penal e penitenciárias – assunto do primeiro painel do 7º Seminário Internacional de Direito Administrativo e Administração Pública, que aconteceu nesta quarta-feira (21).

“Temos 700 mil presos e não sabemos os nomes deles e outros dados imprecedentes. Temos diversos presídios denunciados, não temos o dado aproximado, mas é possível que o Brasil tem números de mandatos de prisão equivalentes ao número de presos. Isso me preocupa, porque temos um déficit de 250 mil vagas no sistema prisional. O custo de gestão é muito maior do que você gasta para construir”, explicou.

A conselheira também destacou que “a superlotação impede a ressocialização”. Para ela, buscar um equilíbrio entre porta de entrada e saída e filtrar quem está sendo preso e os motivos por trás do mandato é fundamental para a melhoria da gestão penitenciária, assim como a criação de um marco normativo voltado para a questão. “A existência de um marco normativo jamais vai invalidar o trabalho de inteligência da polícia”.

Responsabilidade

Para o deputado federal João Campos, de um lado devemos proteger a população da criminalidade e violência, do outro lado temos a responsabilidade de assegurar a vida e a integridade física dos presos. “Isso é o mínimo, mas seria possível conciliar esses dois objetivos? Claro que é, embora não seja de fácil evolução. Entendemos que é complexo esse tema e exige diversas medidas por parte dos poderes e das instituições”.

“Se não há nem espaço físico para o preso, como podemos pensar em outras políticas? Penso que uma providencia muito urgente é justamente a construção de presídios para gerar mais vagas. A superlotação não deve nos conduzir à adoção simplista de uma política de ‘descarceramento’”, disse Campos.

Luiz Carlos Santos, ex-Coordenador Executivo da Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (APAC), considera que o Brasil precisa vencer o preconceito e conseguir enxergar por trás da pessoa que cometeu um crime um ser-humano.

Veja todas as fotos clicando aqui.

 

Serviço

7º Seminário Internacional de Direito Administrativo e Administração Pública

Realização: IDP e FGV Projetos

Datas e horários: 20 de junho (19h – 21h) e 21 de junho (8h a 17h15)

Local: Auditório do IDP - SGAS Quadra 607 . Módulo 49 – Asa Sul – Brasília-DF

Inscrições: http://eventos.idp.edu.br/7seminario

Patrocínio: Fecomércio-RJ e Caixa Econômica Federal

A Escola de Direito de Brasília do Instituto Brasiliense de Direito Público (EDB/IDP) publica nesta quarta-feira (21) a lista de convocados em primeira chamada do vestibular tradicional da Graduação em Direito para o segundo semestre de 2017. 

pdf Clique aqui para baixar a lista (183 KB)

O ministro Gilmar Mendes realizou na noite desta terça-feira (20) a conferência de abertura do 7º Seminário Internacional de Direito Administrativo e Segurança Pública do Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), onde ressaltou a importância de valorizar a justiça criminal como instrumento de combate à insegurança pública. Durante a abertura do seminário, o ministro Gilmar Mendes, representando a  Escola de Direito de Brasília e a Escola de Administração de Brasília do Instituto Brasiliense de Direito Público (EDB/EAB/IDP), concedeu ao Comandante do Exército Brasileiro, General Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, o Título de Doutor Honoris Causa por suas contribuições à segurança pública brasileira. O título é atribuído às personalidades eminentes que se tenham distinguido por sua atividade em prol das ciências, letras e artes ou do melhor entendimento entre os povos.

“Nós temos um quadro penitenciário que para ficar ruim precisa melhorar muito. Temos 250 mil vagas no sistema prisional e 700 mil presos. Não temos nenhuma política de ressocialização e temos uma enorme dificuldade de fazer um acompanhamento de processos brasil a fora”, considerou o ministro, que espera que a realização do seminário contribua para reflexões e proposições acerca do melhor funcionamento do sistema prisional brasileiro.

O presidente da República em exercício Rodrigo Maia ressaltou que o Brasil precisa se reconstruir diante dessa “crise aguda”. “Não tenho dúvidas de que o brasil de hoje vem privilegiando poucos. Discutir segurança pública é discutir um tema que aflige toda a população brasileira. É um debate prioritário que vai colaborar para a melhor compreensão desse tema”, disse Maia. “Certamente o Congresso está pronto para aperfeiçoar leis e até criar um novo marco de segurança pública”. Fábio Ramalho, presidente em exercício da Câmara dos Deputados, destacou que são diversos os projetos a respeito de segurança pública convertidos em lei nos últimos anos.

Homenagem

“Como Comandante do Exército brasileiro, tem se destacado pela liderança conciliadora e por uma política de defesa nacional pautada nos pilares da legitimidade, da legalidade e da estabilidade, na busca pela manutenção da ordem constitucional e pelo respeito inabalável à institucionalidade democrática no país”, disse o ministro.

Villas Bôas disse ter recebido “com enorme agradecimento” o título, que é uma das maiores honrarias que ele recebeu na vida: Entendo que essa homenagem é um merecido reconhecimento aos mais de 200 mil homens e mulheres do exército brasileiro. Temos uma crise de valores e éticas, mas nossa sociedade ainda é guardada pela argamassa da constituição. Tema de hoje não trata do valor intrínseco da liberdade, mas do valor da segurança pública brasileira”, disse.

O presidente do Senado Federal, Eunício Oliveira, também homenageou o general durante a cerimônia: “São homens como o General Villas Bôas que engrandecem qualquer instituição desse pais. Graças à sensibilidade da EDB/IDP, que reconhecemos hoje o valor de  um homem que colaborou para o bom entendimento entre os povos. O general personifica o patriotismo de uma corporação apegada à tradição de ajudar o Brasil a crescer em todos os momentos”.  

Veja mais fotos clicando aqui.

Serviço

7º Seminário Internacional de Direito Administrativo e Administração Pública

Realização: IDP e FGV Projetos

Datas e horários: 20 de junho (19h – 21h) e 21 de junho (8h a 17h15)

Local: Auditório do IDP - SGAS Quadra 607 . Módulo 49 – Asa Sul – Brasília-DF

Inscrições: http://eventos.idp.edu.br/7seminario

Patrocínio: Fecomércio-RJ e Caixa Econômica Federal

No dia 20 de junho, após a abertura do 7º Seminário Internacional de Direito Administrativo e Administração Pública, o livro Políticas Públicas no Brasil, organizado pelo ministro Gilmar Mendes e o ex-ministro Paulo Paiva, será lançado no Instituto Brasiliense de Direito Público, em conjunto com a sessão de autógrafos de obras da Série IDP/Saraiva. O livro conta com prefácio do presidente Michel Temer. 

Serviço

7º Seminário Internacional de Direito Administrativo e Administração Pública

Realização: IDP

Datas e horários: 20 de junho (19h – 21h) e 21 de junho (8h a 17h15)

Local: Auditório do IDP - SGAS Quadra 607 . Módulo 49 – Asa Sul – Brasília-DF

Inscrições: http://eventos.idp.edu.br/7seminario

Patrocínio: Fecomércio-RJ e Caixa Econômica Federal

Na manhã desta segunda-feira (19), o ministro Gilmar Mendes participou do Seminário LIDE Pernambuco -  Brasil, desafios para a governabilidade, que aconteceu em Recife. O ministro afirmou que o Brasil "vem ganhando campeonato de instabilidade" e que o País enfrenta uma crise sem limites. Também participaram do evento o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), e o deputado federal Jarbas Vasconcelos (PMDB).

Em sua fala, Mendes afirmou que o tema da governabilidade é atual, tendo em vista os desafios que se colocam. Para ele, as instituições vêm dando sinais de resiliência, mas que há limites.

"As instituições devem ser fortalecidas porque devemos partir da ideia que o homem tem adotado abuso e nesse sentido as instituições têm que colocar freios", afirmou o ministro, ressaltando a Constituição de 1988.

Gilmar Mendes também disse que o sistema das eleições parlamentares subsistiu com danos, disse que o sistema eleitoral está exausto e que nas eleições passadas houve um alto número de candidatos a vereador. "Como distribuir o dinheiro público para essa massa?", questionou.

Mendes, que deu o voto de Minerva no julgamento da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), lembrou que, enquanto o Supremo julgava o mensalão e ministros "diziam de boca cheia" que era o maior escândalo de corrupção, o esquema de corrupção, conhecido por petrolão, se desenvolvia.

"O sistema tem dado sinais de exaustão", afirmou. "O Brasil vem ganhando campeonato de instabilidade", continuou, afirmando que estamos diante de uma crise sem limites, "porque se começa a fazer investigação e, em seguida, vem desdobramentos".

Com informações de Anderson Bandeira, da Folha de Pernambuco.

A Escola de Direito de Brasília (EDB/IDP) publica nesta segunda-feira (19) o resultado das etapas 1 e 2 do processo seletivo para ingresso no Mestrado Acadêmico em Direito Constitucional. Informações adicionais sobre o programa podem ser obtidas na página eletrônica http://www.idp.edu.br/mestradodireito ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Os candidatos aprovados serão informados, por meio eletrônico, sobre a data e horário para realização da Avaliação Oral: Entrevista com Banca Examinadora.

pdf Clique aqui para baixar o edital com a lista dos aprovados (244 KB)

 

Alunos da EDB/IDP, acompanhados pelo Coordenador de Graduação do curso, Marcelo Proença, fizeram nesta semana uma visita a Pinheiro Neto Advogados. Trata-se de um dos maiores e  mais prestigiados escritórios de advocacia do Brasil, que esse ano completa 75 anos. Os estudantes assistiram a uma palestra preparada por três advogados e pela equipe de Recursos Humanos do escritório, em que foram abordados diversos aspectos relativos ao funcionamento de uma grande firma de advocacia.

Também foram apresentadas algumas informações a respeito de oportunidades profissionais no escritório, especialmente do Programa de Estágios, que está com processo seletivo aberto. Ao final, houve um momento de confraternização, em que foram oferecidos um coffee-break e uma visita guiada pelas instalações do escritório.

Essa visita é parte de uma iniciativa da EDB/IDP de aproximação da nossa Escola com escritórios de advocacia, empresas e entidades do setor público. Ela tem por escopo permitir aos nossos estudantes uma maior compreensão da experiência prática na área jurídica e, paralelamente, viabilizar a inserção dos alunos no mercado de trabalho.

 

A CAPES atribuiu classificação A1 à Revista Direito Público, periódico oficial do Mestrado Acadêmico em Direito Constitucional da Escola de Direito de Brasília (EDB/IDP). Trata-se da maior classificação de periódicos produzidos por programas de mestrados brasileiros.

A revista objetiva ser um espaço de atualização bibliográfica constante para a comunidade acadêmica, com divulgação dos trabalhos publicados por mestrandos e professores de todo o Brasil.

O Qualis-Periódicos é um conjunto de procedimentos utilizados pela CAPES para estratificação da qualidade da produção intelectual dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu e, desde de 2009, tem sido aplicado em todas áreas do conhecimento. Foi concebido para atender as necessidades específicas do sistema de avaliação e é baseado nas informações fornecidas por meio do aplicativo Coleta de Dados.  Consulte as classificações dos periódicos clicando aqui.


O IV Torneio de Debates da Escola de Direito de Brasília (EDB/IDP), que aconteceu entre os dias 7 e 9 de junho durante o o IX Seminário de Iniciação Científica, teve como campeões os alunos listados abaixo:

1º lugar - Camilo Jreige e Matheus Soares

2º lugar - Iago Grillo e Rodrigo Guedes

3º lugar - Lucas Santos e Mateus Rodrigues

4º lugar - Guilherme Mendes e Davi Filho

Veja abaixo algumas fotos dos debates:

 

 

A Escola de Direito de Brasília (EDB/IDP) publica nesta segunda-feira (12) o gabarito oficial da prova do vestibular tradicional do curso de graduação em Direito para o segundo semestre de 2017.

Clique no documento abaixo para ter acesso ao gabarito:

pdf GABARITO OFICIAL VESTIBULAR 2º 2017 (49 KB)